Centro Avançado em Técnicas de Imobilização (CATI - Treinamento Policial) é uma das únicas empres

Centro Avançado em Técnicas de Imobilização (CATI - Treinamento Policial) é uma das únicas empres
Centro Avançado em Técnicas de Imobilização (CATI - Treinamento Policial) foi desenvolvido, desde a sua criação, com o objetivo de tornar mais seguro e eficiente o dia-a-dia de todos os policiais. O CATI SUL realiza cursos específicos para GUARDAS MUNICIPAIS em todo o Brasil. Fone: 51 33720798. Email: catisul@cati.com.br, guardamunicipal@cati.com.br, catisulcursos@cati.com.br.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

CATI E TROPA DE ELITE 2 - UMA PARCERIA QUE DEU CERTO



                         
O filme "Tropa de Elite 2" já foi lançado e o que muitas pessoas ainda não sabem é que a preparação dos atores principais, dos figurantes especiais e a coordenação das cenas de ação foram realizadas pelo CATI.
As negociações quanto a parceria com a ZAZEN (produtora responsável pela produção do renomado filme) começaram em junho de 2009, quando o presidente do CATI, Marcos do Val, residindo nos Estados Unidos, veio ao Brasil para tratar exclusivamente desta parceria.
 
Na ocasião, os diretores do filme, José Padilha e Pimentel, por indicação dos próprios oficiais do Batalhão de Operações Especiais do Rio de Janeiro (BOPE), fizeram o convite oficial ao CATI, o qual apresentou os trabalhos de treinamento policial aos quais vem se dedicando ao longo dos anos ao redor do Mundo, entre eles: "prevenção de ataques antiterroristas para equipe da NASA", "Treinamento para equipe de segurança do Papa", "treinamento de soldados norte-americanos para combate no Afeganistão" "Treinamentos táticos para a SWAT".
 
De forma que a produção do filme aprovou, de imediato, a idéia, afirmando que o principal objetivo era fazer com que o "Tropa de Elite 2" superasse em todos os aspectos o 1º filme. O desafio foi visto como um dos maiores da história do CATI, haja vista o Centro de Treinamento nunca ter atuado no ramo cinematográfico.
Após a proposta ser aceita pelo CATI, Marcos do Val explicou aos diretores do filme que a figuração poderia ser feita com policiais que já tinham sido alunos em seus treinamentos, especialmente aqueles que já tinham passado pelo curso de "progressão em favelas", o que daria um tom real ao filme. Idéia aceita! A produção do filme passou a tratar essa equipe de policiais como "figurantes especiais".
 
Assinado o contrato, o CATI começou a divulgar no site institucional a nova e brilhante parceria, o que lhe rendeu uma procura gigantesca de interessados em participar das filmagens. Foram mais de 550 inscrições, sendo que destas 80 foram selecionadas.
A seleção durou 30 dias, nos quais a equipe do CATI escolheu 80 integrantes das mais diversas instituições de segurança do Brasil que foram alunos do CATI para participarem com sua experiência e profissionalismo do melhor filme nacional realizado até o momento. E tão logo foram selecionados, foram também informados dos dias e horários das gravações. Em novembro de 2009 quando chegaram ao Rio de Janeiro, tiveram início aos treinamentos e informações necessárias para a realização do trabalho para o qual foram selecionados. Todos os integrantes tiveram que passar por adequações de suas rotinas diárias com a missão de transformá-las em cenas para o filme.
Vale ressaltar que o CATI, primando pela qualidade total das cenas, convidou o renomado diretor de cinema Tiaraju Aronovich e o ator e Policial paulista Marcelo G. Rafael para ensinar aos policiais e militares figurantes como eles deveriam se comportar em frente as câmeras.
 
Novamente em novembro de 2009 a equipe do CATI se deslocou para o Rio de Janeiro com a missão de começar os treinamentos, o que incluía a participação dos atores principais, Wagner Moura, André Ramiro e elenco. O treinamento se estendeu até o mês de janeiro de 2010. E como todos já estavam com um nível de aproveitamento e aprendizado muito alto, foi agendado nas instalações do CATI RIO um mega treinamento com as quase 200 pessoas que atuariam no filme. Atores principais e policiais treinando juntos por aproximadamente dez dias sob um calor de quase 45 graus.
 
Outra parte do treinamento foi realizado nas intalações do GIT (Grupo de Interveção Tática) no presídio de Bangu, o que seria uma preparação para as ações no presídio cenográfico. O CATI buscou levá-los o mais próximos da realidade. Porém é importante esclarecer que algumas técnicas utilizadas no filme não condizem totalmente com a verdade tática, pois a pedido do diretor do filme, José Padilha, algumas destas cenas tiveram que ser adaptadas para o cinema, bem como outras, por serem de extrema importância em ocorrências reais, não poderiam ser mostradas para o público em geral, já que o filme atinge todas as classes sociais, o que inclui pessoas mal intencionadas.


 Após os treinamentos, começaram então as gravações. Em fevereiro toda a equipe do CATI estava novamente no Rio de Janeiro. As ações se deram respectivamente na favela do morro Dona Marta, favela de Ramos, nas instalações do BOPE/RJ e no presídio cenográfico.
No BOPE foram dois dias de gravações. Na ocasião esteve presente o mestre de Jiu-Jitsu, Rickson Gracie, conhecido mundialmente. Ele foi o responsável pelos treinamentos de jiu jitsu do ator Wagner Moura e do ator Pedro Van-Held que é o filho do então Coronel Nascimento.

O Diretor do filme, José Padilha, e toda a produção do Tropa de Elite 2, reuniram ao final das gravações todos os policiais do CATI para fazer um belo agradecimento e dizer que se não fosse pelos esforços do CATI não alcançariam tanta perfeição e imagens tão exclusivas durante as gravações. Elogiou também a disciplina, o espírito de equipe, a dedicação e comprometimento. Como reconhecimento, a produção do filme colocou nas principais cenas o símbolo do CATI e a que mais chamará a atenção dos fãs do filme é a bandeira oficial do CATI estendida na sala do Comandante do BOPE, o então Coronel Nascimento (Wagner Moura).

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Sertãozinho - SP Última semana de treinamento.

video
Alunos em aula prática.



video
Invasão a onibus.

video
Tiro sob stress.

Estes videos são uma recordação para os alunos que estiveram presente no curso em Sertãozinho - SP.
Fica o agradecimento e admiração aos alunos e a todos que contribuíram com a realização do curso da Guarda Municipal de Sertãozinho - SP.

FÉ NA MISSÃO!!!